Quem somos

Inaugurado às margens da antiga Rodovia Rio – São Paulo, em julho de 1951, o Malerba é um posto de serviços com exclusividade Shell em Lorena.

Além da venda de combustíveis (gasolina, álcool e diesel), oferece serviço de troca de óleo e é revendedor Ultragaz (gás de cozinha e industrial).

Em 2005 passou por uma completa reforma de Readequação Ambiental, implementando equipamentos modernos e ecologicamente corretos. Em 2006 inaugurou sua deliciosa cafeteria, o Malerba Café.

Ampliando a oferta de serviços, firmou parceria com a rede local de farmácias “Farma Ponto e Cia”, em setembro de 2007.

Situado no limite da planície mais alta da cidade, ainda oferece a quem passa por aqui uma privilegiada vista da Serra da Mantiqueira.

Além de atender as necessidades do município, é ponto de passagem dos viajantes vindos da Rodovia Presidente Dutra (BR-116) com destino a Minas Gerais, através da Rodovia Lorena/Itajubá (BR-459). Está a 15 km de distância de Guaratinguetá, cidade que dá acesso à estrada Cunha – Paraty (SP-171).

Sobre o Fundador

Filho de imigrantes italianos que se refugiaram no Brasil durante a Primeira Guerra Mundial, Abílio Malerba veio para Lorena aos sete anos de idade, proveniente de Piquete, onde nasceu a 26 de outubro de 1920.

Seu primeiro emprego em Lorena foi de alfaiate, exercendo o ofício dos 14 aos 20 anos de idade. Esboçou começar seu próprio negócio no ramo da alfaiataria, porém, acabou sendo sócio de seu irmão, Angelo Malerba, num bar chamado “Rodoviário”, ao lado da Estação Rodoviária de Lorena, onde hoje se situa o Supermercado Pão de Açúcar.

Essa rodoviária era particular, do seu irmão Ângelo, que além de ter naquele local também uma concessionária Dodge e Crysler, tinha um posto de gasolina, com bombas ainda à mão, além dos boxes de ônibus. Há indícios que esta foi a primeira estação rodoviária do Brasil.

Naqueles tempos do bar, Abílio chegava a trabalhar 16 e até 18 horas por dia, para economizar “alguma coisa”, juntar algum dinheiro, sem folga de sábado ou domingo, firmemente disposto a iniciar-se empresarialmente.

Em 1951 conseguiu comprar o Posto da Figueira – atual Posto Malerba – que funcionava com as bombas de gasolina ainda “à mão”. Não havia caminhão tanque e a gasolina chegava em tambores na carroceria do caminhão. Desde o início a bandeira era Shell.

Em 1966, Abílio montou a primeira concessionária Volkswagen em Lorena, juntamente com os seus irmãos, ao lado do Posto Malerba. Também nesta época adquiriu a então Farmácia Guarany, no mesmo lugar onde hoje se situa a loja “Gêmeas”, na Praça Arnolfo Azevedo. Comprou para os seus filhos a farmácia e logo expandiu, comprando e reformando o prédio da esquina da praça, transferindo, depois, a farmácia para lá, em novas e modernas instalações, já com o novo nome: a Drogany.

Abílio chegou a ter negócios também em Taubaté, com seus irmãos, em 1959, quando iniciaram os serviços de ônibus circulares naquela terra – a Expresso Rodoviário Malerba.

Mesmo aposentado, participava ativamente do dia-a-dia de suas empresas, que cresciam através de suas sábias orientações. Dono de uma simpatia genuína, era um vendedor humilde, porque tinha consciência que a natureza de seu ofício é servir.

Eis um nome que se impôs em Lorena como fruto do trabalho honesto e perseverante, construindo, devagar, com muita luta, ao longo dos anos, um belo patrimônio que vai muito além do grupo de empresas que ajudou a administrar, porque se trata de um patrimônio que dinheiro nenhum pode adquirir: o patrimônio moral, de honradez e honestidade. Exemplo de fibra e fé em Deus na luta do jogo da vida, onde Abílio Malerba é, sem dúvidas, um vencedor.

Faleceu em 26 de agosto de 2006, poucos dias depois de concretizar mais um grande sonho: participar da reinauguração do Malerba Auto Posto, em ocasião da Reforma de Readequação Ambiental e inauguração do Malerba Café. Neste dia, recebeu da Shell Brasil uma placa comemorativa aos 55 anos desta parceria de sucesso.